Refugiados se convertem ao cristianismo na Alemanha e Suíça

Your ads will be inserted here by

Easy Plugin for AdSense.

Please go to the plugin admin page to
Paste your ad code OR
Suppress this ad slot.

20160617_123456Para eles esta é uma nova oportunidade para terem uma nova vida

Istambul – 22/11/2016 – Milhares de refugiados muçulmanos na Alemanha e na Suíça estão se convertendo ao cristianismo desde que começaram a chegar nesses países fugindo da guerra e da violência provocada pelos rebeldes terroristas.

Tanto as igrejas evangélicas quanto as católicas estão registrando aumento do número de fiéis em suas reuniões, pois eles veem na religião uma chance de ter uma vida melhor, segundo a ONG Portas Abertas.

Normalmente em seus países de origem aqueles que se convertem são perseguidos e podem até serem mortos por seus compatriotas já que o cristianismo não é aceito pela comunidade muçulmana.

Segundo o pastor Gottfried Martens, já são mais de 1.200 convertidos na Alemanha. “Eles querem romper com o passado e, assim, aumentar suas chances de integração em outra sociedade”, completa Martens.

Entretanto, para representantes da ONG Portas Abertas, essa conversão também vem ocorrendo pelo fato de os muçulmanos se sentirem inseguros após tantos ataques terroristas praticados por rebeldes islâmicos.

Porém, mesmo na Europa, os novos cristãos ainda sofrem ameaças por parte de seus conterrâneos e desistem de se batizarem, temendo pela vida dos familiares que ficaram em seus países, que podem ser alvos de represálias.

Mas a perspectiva de uma vida melhor, sem violência, e a possibilidade de facilitar a integração nas novas comunidades, fazem com que mais e mais muçulmanos busquem uma religião que realmente fale de amor e de um Deus misericordioso, que perdoa os pecados. Um Deus que acolhe e estende a mão para todo aquele aberto a uma nova vida.

 

Compartilhe:

Deixe comentário