Coronavírus: Celebração da Páscoa em tempos de isolamento social

Your ads will be inserted here by

Easy Plugin for AdSense.

Please go to the plugin admin page to
Paste your ad code OR
Suppress this ad slot.

Istambul – 12/04/2020

Por Silvana Coelho

Para quem gosta de participar de cultos nas igrejas, especialmente no dia da Ceia do Senhor, cantar louvores e orar a Deus na companhia de outras pessoas, vai estranhar esse ano. Nem almoço em grandes grupos vai ser possível.

Devido à quarentena imposta pelos governos de todo o mundo após o surto do novo coronavírus e que está exigindo que as pessoas não saiam de casa, a Páscoa de 2020 deverá ser realizada dentro de casa, apenas com os membros da família, mas com uma celebração feita online pelas igrejas, onde todos poderão seguir pela internet.

Observo ainda a dificuldade para os expatriados, sem suas famílias por perto e ainda por cima em um país como a Turquia em que a religião predominante é o Islamismo, não há um clima de comemoração de Páscoa e, ainda por cima, tem o muezin chamando os muçulmanos para suas orações (sim, são cinco vezes ao dia).

Mas é preciso que todos entendam que mesmo longe de casa e sem a reunião comunitária à qual já estamos acostumados, a Páscoa desse ano poderá ser tão significativa quanto fora no passado. Afinal, o principal é lembrarmos de Jesus e de seu sacrifício por todos nós. Do quanto ele sofreu pelos nossos pecados.

Your ads will be inserted here by

Easy Plugin for AdSense.

Please go to the plugin admin page to
Paste your ad code OR
Suppress this ad slot.

As origens da Páscoa

Podemos conhecer as origens da Páscoa no Antigo Testamento e no Novo Testamento. O livro de Êxodo (Ex.12) descreve que cada família faria uma refeição cujo prato principal era a carne de um cordeiro, ervas amargas e pão sem fermento (Êx 12.3-8).

Como Deus tiraria os israelitas da escravidão do Egito, as pessoas foram orientadas para que o sangue do animal fosse passado no umbral das portas como sinal, uma marca, para que a praga da destruição não atingisse aquela família (Êx 12.13). E, como hoje, havia a recomendação para as pessoas não saírem de suas casas pois o anjo da morte passaria e os primogênitos da casa onde havia o sinal seria poupado.

Hoje vamos celebrar a nossa Páscoa confinados dentro de casa, com nossos entes queridos, evitando sair de casa pois lá fora há um vírus levando à morte milhares de pessoas em todo o mundo. Essa quarentena que já dura semanas nos leva a meditar sobre nosso papel no mundo, nossas ações e sobre como o mundo vem se comportando. Talvez Deus esteja querendo isso mesmo de nós, um tempo para nos voltarmos a Ele e seus ensinamentos.

Conheça mais sobre a Páscoa e a ressurreição de Jesus, o Novo Testamento traz os textos de Mateus (26.17-30), Marcos (14.12-26), Lucas (22.7-38) e I Coríntios (5.6-8).

Uma Feliz Páscoa!

Compartilhe:

Deixe comentário