Crônicas de Istambul: Da calmaria ao fogo cruzado

Your ads will be inserted here by

Easy Plugin for AdSense.

Please go to the plugin admin page to
Paste your ad code OR
Suppress this ad slot.

Turkish_flag (1)Istambul – 21/07/2016

A sexta-feira (15) amanheceu ensolarada e vida corria de forma tranquila, pelo menos para nós, pobres mortais. E assim permaneceu ao longo do dia. Porém, por volta das 22h30, a calmaria deu lugar ao fogo cruzado e à confusão por causa da tentativa de um golpe militar na Turquia contra o governo do presidente Recep Erdogan.

Mas, passada a turbulência, a vida começa a voltar ao normal. No final de semana as ruas estavam praticamente vazias, exceto nos locais onde havia manifestações pró-governo.

Muitas pessoas preferiram ficar em casa com medo de que pudesse acontecer novos distúrbios. Do meu prédio foi possível ver a primeira ponte que atravessa o Estreito de Bósforo com pouquíssimos carros, quase nada se comparado com o intenso fluxo diário e seus congestionamentos. O movimento dos barcos de passageiros, que durante o fim de semana também havia diminuído provavelmente em função do menor número de passageiros, já estava se normalizando.

E o vai-e-vem de pessoas nas ruas e nos transportes públicos também já voltou ao normal, afinal, a vida continua apesar do susto do final de semana. E que susto para quem não está acostumado com esses distúrbios.

Your ads will be inserted here by

Easy Plugin for AdSense.

Please go to the plugin admin page to
Paste your ad code OR
Suppress this ad slot.

Para mim, o estresse foi maior já que meu marido estava internado após uma angioplastia e passaria a noite de sexta-feira no hospital. De casa eu comecei a receber notícias dos amigos pelas redes sociais sobre tanques de guerra nas ruas e as pessoas cogitando ser um golpe de Estado.

E a cada minuto começaram a chegar mais notícias desencontradas e sobre corrida aos supermercados para armazenar comida, corrida aos caixas eletrônicos, principalmente sobre uma possível lei marcial, impedindo a população de sair de casa, imagens de tanque de guerra passando por cima de carros etc. E como sair no sábado de manhã para ir ao hospital? Essa era a dúvida.

Mas na manhã de sábado estava tudo “sob controle”, aparentemente, e então pude ir ao hospital, mas com um certo receio. Voltamos para casa e o fim de semana transcorreu de forma tranquila, para nós pelo menos. E apenas acompanhamos o noticiário sobre a tentativa de golpe e a repercussão em todo o mundo ao longo do dia.

Como se não bastasse o estresse originado pelos alertas de atentados terroristas, e os já consumados, ainda aparece uma confusão dessas. E agora o governo turco acaba de decretar estado de emergência no país, o que lhe dará plenos poderes para fazer o quiser.

Agora, estamos vemos pelo noticiário que muitos brasileiros decidiram deixar a Turquia com medo. E assim é a vida, quando tudo parece estar calmo surge uma situação nova que muda tudo.

Bem, vamos seguindo a vida na rotina diária e pedindo a Deus que nos proteja e nos livre de qualquer mal.

Compartilhe:

Deixe comentário