Colossos: os cristãos da cidade foram lembrados pelo apóstolo Paulo

Your ads will be inserted here by

Easy Plugin for AdSense.

Please go to the plugin admin page to
Paste your ad code OR
Suppress this ad slot.

Istambul – 07/04/2020

Por Silvana Coelho

Colossos, Turquia

A antiga Colossos (atual Honaz, na Turquia), localizada a cerca de 20 km de Laodiceia, no Vale do Lico, era uma cidade da região da Frígia na Ásia Menor. No século 5 a.C., Colossos foi um grande e próspero centro comercial na principal rota de comércio da época entre a costa do Mar Egeu e a Síria, mas no período Romano perdeu sua importância para Laodiceia e Hierápolis. Colossos foi famosa por sua indústria têxtil, que produzia fina lã.

Ali se desenvolveu parte da história cristã. A igreja de Colossos, ao que tudo indica, teria sido fundada por Epafras (Cl 1: 7; 4:12). Certamente o leitor já ouviu falar da carta aos Colossenses (Cl 1). O livro bíblico foi escrito pelo apóstolo Paulo, mas acredita-se que ele nunca tenha visitado a cidade. Ele teria escrito esta carta de admoestação, encorajamento e advertência quando esteve preso em Roma.

A mensagem de Paulo aos colossenses, cuja maioria era formada por gentios, mas também judeus, pedia que os novos convertidos se afastassem de religiões místicas gregas e não se perturbassem pelas leis e costumes judaicos.

Não há muitas ruínas em Colossos, que foi descoberta em 1835, e nem foram feitas escavações arqueológicas no local. Na parte alta do sítio arqueológico fica apenas um segurança guardando o local, embora existam algumas pedras e fragmentos que sugerem que ali pode haver alguma construção em coberta por terra e mato.

Mas vale a pena conhecer e ficar imaginando em como deve ter sido a divulgação do Evangelho em tempos tão remotos e sem nenhuma infraestrutura como temos hoje. É um momento único em que refletimos sobre o verdadeiro amor pela Palavra de Deus e sobre a coragem que aqueles homens e mulheres tiveram diante de tantas perseguições e dificuldades.

Compartilhe:

Deixe comentário