“Ben Hur”: Filme reforça a mensagem cristã

Your ads will be inserted here by

Easy Plugin for AdSense.

Please go to the plugin admin page to
Paste your ad code OR
Suppress this ad slot.

ben hurIstambul – 25/08/2016

Está em cartaz o filme “Ben Hur”, um filme épico religioso, e mais um clássico de Hollywood, que reforça a mensagem de perdão e traz o ator brasileiro Rodrigo Santoro interpretando o papel de Jesus Cristo.

O filme, que foi lançado originalmente em 1959, reúne história e ficção e foi produzido pelo casal cristão Roma Downey e Mark Burnett, que revelaram em entrevista à mídia americana que o projeto só foi desenvolvido após muita oração.

Eles destacaram que viram uma oportunidade de evangelismo e que estão sempre interessados em histórias que iluminam a escuridão. “Ben Hur” mostra uma história cheia de luz, explorando temas como perdão, graça e reconciliação. “Nós somos crentes, por isso, entendemos o quão poderosa uma oração pode ser. Quando dois ou mais estão reunidos em Seu nome, coisas extraordinárias podem acontecer”.

O roteiro do filme, escrito por Keith Clarke e John Ridley, mostra a história de redenção de dois personagens, que são dominados pela ganância e vingança. Mas a mudança na vida deles ocorre quando o personagem-título do filme se depara com Jesus Cristo e, a partir daí, começa a mudar a forma de pensar e agir do príncipe judeu que havia sido traído pelo irmão.

A narrativa mostra a história de Judah Ben Hur, um príncipe de família nobre judia e que foi criado com o irmão adotivo, o romano Messala (Toby Kebbell), que se tornou um oficial do alto escalão do exército do Império, distanciando-se da família. Logo depois, Ben Hur foi acusado injustamente de traição e enfrentou anos de escravidão, período em que alimentou o desejo de vingança contra Messala.

Porém, os caminhos de Ben Hur se cruzam com os de Jesus Cristo, que havia sido condenado à cruz, e os conceitos pregados pelo Messias causam grande impacto na vida do judeu, transformando o final da história de vingança em uma mensagem de amor, perdão e redenção.

Ao conceder entrevista coletiva no lançamento do filme, em São Paulo, Rodrigo Santoro, disse que se emocionou durante os preparativos para viver o personagem. “Inevitavelmente foi uma jornada íntima e espiritual, não tinha como não ser”, disse ele. “Foi um momento absolutamente inesquecível. A cena foi fortíssima, eu nunca vou me esquecer”, declarou Santoro.

Com muitos efeitos especiais, o filme, que conta ainda com a participação de atores como Morgan Freeman, Jack Huston, Toby Kebbell, Nazanin Boniadi e Johan Philip Asbæk, certamente terá grande impacto na vida das pessoas.

Compartilhe:

Deixe comentário